Um blog sobre o mercado imobiliário de Chapecó

Onde especialistas dão dicas para comprar, vender e alugar com inteligência

Saiba tudo: guia para financiamento de imóveis

Saiba tudo: guia para financiamento de imóveis

Se você tem interesse em comprar um imóvel, mas ainda não sabe como funciona o financiamento, não se preocupe! Preparamos um guia de financiamento de imóveis que vai auxiliá-lo em todas as etapas que você precisar. Com este conteúdo em mãos, você terá a certeza se o financiamento será o processo ideal para sua família.

Ficou interessado em conhecer como funciona o financiamento de imóveis? Preste muita atenção em nosso post e tire todas as suas dúvidas!

Quando investir no financiamento de imóveis?

O financiamento de imóveis é indicado para quem paga aluguel e deseja ter sua casa própria. Ele também serve para quem quer investir em imóveis e que já tem um dinheiro guardado para dar um valor de entrada na casa ou apartamento. Dessa maneira, fica mais fácil sair do aluguel e usar o valor pago mensalmente para quitar aos poucos as parcelas do financiamento.

Para quem não tem o dinheiro para dar a entrada no financiamento, deve avaliar se vale a pena economizar e juntar o valor para trocar a mensalidade do aluguel pelas prestações da sua futura casa ou apartamento próprios.

Como calcular o valor do imóvel para o financiamento?

Antes de financiar qualquer imóvel é preciso saber que os valores da casa ou do apartamento não podem ser 100% parcelados. Em primeiro lugar, você deve dar uma entrada que corresponde 10% do valor do imóvel. Só que essa quantia depende da instituição financeira e do acordo que você está fechando com ela. Há instituições que podem exigir um pouco mais deste valor.

Outra dica é usar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para dar a entrada no financiamento. Isso é válido para quem já tem três anos ou mais de contribuição. Uma terceira alternativa é fazer o financiamento pela Caixa Econômica Federal. Ela oferece a opção de fazer uma simulação online em seu site para descobrir detalhes sobre os prazos e as condições de pagamento.

É importante saber que o valor liberado para o financiamento é calculado com base no preço do imóvel, a cidade em que se encontra, se é usado ou novo e a renda de quem deseja comprar. É a partir dessas informações que as parcelas são determinadas e isso é que vai resultar no valor total a ser financiado, no prazo de pagamento, no tipo de financiamento e nas taxas de juros, que variam de uma instituição para a outra.

Outro fato importante sobre o financiamento de imóveis é que os bancos oferecem dois modos de financiamento: a Tabela Price, que tem parcelas de valor fixo e o Sistema de Amortização Constante (SAC), que trabalha com a diminuição dos valores das parcelas com o passar do tempo.

Quer encontrar o imóvel certo?

Basta preencher os campos abaixo, que selecionaremos para você as melhores opções de imóveis de Chapecó.

Como pedir o financiamento imobiliário?

Com o valor da entrada em mãos é hora de financiar o seu imóvel. Como falamos no início deste post, as taxas de juros variam de acordo com as instituições financeiras. Portanto, você deve fazer uma visita em mais de uma instituição e realizar simulações com a tabela Price e o SAC.

Mas detalhe: nem todos os bancos oferecem os dois modos de financiamento. Então, é importante ficar atento em relação a isso, pesquisar e avaliar todas as suas possibilidades. Após fazer o pedido de financiamento, o banco fará uma análise de crédito e uma pesquisa para saber se você já tem outros parcelamentos a pagar ou se está com o nome negativo. Ao passar por essa avaliação, você está apto para dar a entrada em seu imóvel e financiar o restante.

Quais os documentos exigidos para o financiamento de imóveis?

  • Documentos pessoais (certidões de nascimento ou casamento, CPF, carteira de identidade e em alguns casos, título de eleitor);
  • Comprovante de residência;
  • Declaração de Imposto de Renda;
  • Certidões negativas de débitos;
  • Comprovante de renda.

Caso você queira negociar um apartamento ou uma casa na planta, direto com a construtora, você deve apresentar a identidade e o CPF. Se for necessário, a construtora lhe pedirá os demais documentos.

Hoje, não é difícil financiar um imóvel, pois há várias possibilidades de financiamento. No entanto, esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas com este guia de financiamento de imóveis para que você consiga realizar o sonho da casa própria ao lado da sua família!

Quer continuar bem informado sobre o mercado imobiliário? Assine agora mesmo a nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *